O aproveitamento de área do Castanhão se dará em regime de concessão para a instalação e operação de sistemas de geração de energia elétrica fotovoltaica

Mulheres no Saneamento aborda protagonismo feminino em cargos de liderança com Nataly Acácio, gerente da Cagece na Serra da Ibiapaba

26/06/2020

O programa Mulheres no Saneamento recebeu nesta quinta-feira (25) Nataly Acácio, gerente da Unidade de Negócio da Bacia Serra da Ibiapaba (UNBSI). O bate-papo conduzido pela jornalista, Renata Nunes, tratou sobre o protagonismo feminino em cargos de liderança e a trajetória da convidada na companhia e sua formação profissional.

Nataly iniciou sua fala trazendo informações sobre a estimativa de 81 anos para que haja equidade de gênero, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). “Trabalhamos para que um dia a mulher consiga isso, mas o nosso discurso não vai se exaurir tão cedo. Fragilidades também têm sido escancaradas nessa pandemia, como aumento nos casos de violência doméstica e feminicídio neste período”, destacou.

Considerada a primeira mulher a ser gerente da Cagece no interior, Nataly, destaca que sua maior paixão é liderar pessoas de forma humanizada, para que cada um consiga dar o melhor de si no trabalho. “Além das outras rotinas, a de liderança é a minha paixão pra que essas pessoas saiam do casulo e virem borboletas e conquistem mais pessoas”, afirmou.

A jornalista, Renata Nunes, que conhece de perto a rotina de Nataly na UNBSI ressaltou na live a humanidade da gerente como elemento norteador para soluções inovadoras na área de saneamento. Na oportunidade, Nataly, reforçou que o sucesso da unidade que ela gerencia é também a colaboração interna entre todos os colaboradores e com as demais unidades da companhia.

Para Nataly, o papel da mulher nas empresas traz diversidade, o que para ela é benéfico em todos os sentidos. Além do papel e a importância da força feminina no ambiente corporativo, o bate-papo abordou também questões sobre piadas sexistas em reuniões de trabalho, machismo e injustiças simbólicas que as mulheres sofrem no mercado de trabalho, como a falta de empatia, quando é preciso se ausentar em caso de saúde com os filhos e a família em geral.

A conversa colocou em pauta também a questão do assédio contra as mulheres, que enfrentam essa problemática em diferentes etapas da vida, seja na adolescência ou na vida adulta.

Ao final da live, Nataly deixou um recado para todas as mulheres sobre a importância da informação em suas vidas. “A minha mensagem é que todas as mulheres se informem, que lutem, que procurem como estão vivendo outras mulheres. Não é porque eu estou hoje em uma condição favorável, que está tudo bem. Tem muitas de nós que não estão numa situação tranquila. Levantemos essa bandeira para ajudar outras mulheres que estão próximas a nós”, finalizou agradecendo a oportunidade de participar do programa.

O Mulheres no Saneamento vai ao ar toda quinta-feira, ao vivo, no perfil da companhia no instagram (@oficialcagece). Em seguida, o bate-papo fica disponível também no feed de notícias desta mesma rede social.

Pelo sucesso no seu lançamento, que ocorreu no dia 18 deste mês de junho, o programa também ganhou sua versão em podcast e já é possível escutá-lo no Spotify. Basta utilizar a busca do serviço de streaming e pesquisar por Mulheres no Saneamento.