617 Aesbe lança estudo inédito “Caminhos para a Universalização” - Portal Cagece
Início » Notícias » Aesbe lança estudo inédito “Caminhos para a Universalização”
O aproveitamento de área do Castanhão se dará em regime de concessão para a instalação e operação de sistemas de geração de energia elétrica fotovoltaica

Aesbe lança estudo inédito “Caminhos para a Universalização”

10/07/2023

Com foco em contribuir para a segurança sanitária dos cearenses, a Cagece está contribuindo com o estudo “Caminhos para a Universalização – Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário: Sistematização dos Estudos Elaborados pela Aesbe”, produzido pela Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe). O presidente da Cagece e da Aesbe, Neuri Freitas, participou do evento virtual realizado na última quinta-feira (06/07). O material pode ser conferido aqui: 

O material, que é o 5º Volume da categoria “Estudos” da Série Universalizar, consolida informações de estudos anteriores e avalia tanto os desafios de atendimento, quanto os investimentos realizados entre 2002 e 2021.

Sobre esse último aspecto, os resultados apontam que as companhias estaduais foram responsáveis por 79% do valor investido durante o período analisado. O montante de R$276,4 bilhões aponta para o papel significativo das companhias estaduais nos investimentos em saneamento básico no Brasil.

O estudo também reforça a complexidade dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no País. Durante o evento, Neuri reforçou: “nosso objetivo é que possamos não só implementar todas as políticas necessárias para a universalização, mas fomentar um debate robusto e técnico que dê sustentação, inclusive, para futuras normas e legislações necessárias para o setor”.

Além do “Caminhos para a Universalização”, a Série Universalizar abrange outras publicações, divididas nas categorias: Artigos, Documentos, Estudos, Notas Técnicas e Pareceres. Os materiais oferecem conhecimento especializado e orientações práticas, servindo como recursos valiosos para gestores, técnicos, consultores, pesquisadores e demais profissionais do setor.

Rumo à universalização no Ceará

A Parceria Público-Privada (PPP) de esgotamento sanitário, firmada entre a Cagece e Ambiental Ceará, tem como meta garantir que 90% da população tenha acesso à coleta e ao tratamento de esgoto até o ano de 2033. Ao todo, 24 municípios cearenses estão incluídos na PPP. Destes, 17 são das regiões metropolitanas de Fortaleza (RMF) e do Cariri (RMC) e já estão em obras desde maio. Os demais estão na fase de operação assistida, período em que a Cagece repassa informações técnicas sobre as regiões que serão atendidas.