PLANO DE SEGURANÇA HÍDRICA

PARA ENFRENTAR UMA GRANDE AMEAÇA COM RESPONSABILIDADE.

Para manter o abastecimento de água à população de Fortaleza e RMF até a quadra chuvosa de 2017, o Governo do Estado planejou uma série de ações, em parceria com diversos órgãos, que têm como objetivo reduzir em 20% o consumo de água, com investimentos previstos em R$ 72,1 milhões. São elas:

  • Reforço no combate às perdas de água (fraudes e vazamentos);
  • Perfuração de novos poços e manutenção dos já existentes em áreas críticas de abastecimento e em equipamentos públicos (saúde, educação e segurança);
  • Perfuração de poços no Pecém;
  • Aproveitamento do sistema hídrico do Cauípe;
  • Aproveitamento do açude Maranguapinho;
  • Reúso das águas de lavagem dos filtros da Estação de Tratamento de Água do Gavião;
  • Captação pressurizada de água no açude Gavião;
  • Reforço no abastecimento de Aquiraz com implantação de adutora de água tratada;
  • Revisão da meta da Tarifa de Contingência (aumento da meta de economia de água pela população de 10% para 20%);
  • Redução da oferta de água em 20% para indústrias da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF);
  • Plano de Comunicação.

TODOS SOMOS RESPONSÁVEIS

A CAGECE QUER GARANTIR QUE VOCÊ TENHA ACESSO À ÁGUA.

A Cagece está empenhada para que possamos atravessar mais este ano de escassez hídrica e chegar até a próxima quadra chuvosa. Das ações do Plano de Segurança Hídrica diretamente ligadas à companhia, estão a revisão da meta da Tarifa de Contingência e a intensificação das ações de combate às perdas de água (fraudes e vazamentos).

REVISÃO DA META DA TARIFA DE CONTINGÊNCIA

Para preservar os mananciais e reduzir o consumo de água, a meta de economia aplicada por meio da Tarifa de Contingência, em dezembro de 2015, passou por revisão de 10% para 20%. Ou seja, a partir de setembro de 2016, é necessário reduzir o consumo de água em 20%. Caso o consumo seja maior que a meta, será cobrado um adicional de 120% sobre o percentual ultrapassado.

COMBATE ÀS PERDAS DE ÁGUA

Vazamentos e fraudes na ligação de água, também conhecidas como “gatos”, são responsáveis por quase 50% das perdas de água pela Cagece. Por isso, foram intensificadas as ações de retirada de vazamentos e combate às fraudes.

Operação Caça-vazamentos

Para o reforço das ações de retirada de vazamentos nas ruas, serão investidos R$ 11 milhões no incremento de 37 equipes exclusivas para vazamentos, os Caça-vazamentos.

Além do monitoramento constante da rede de abastecimento, a Cagece conta com o apoio da população em informar vazamentos detectados o mais rápido possível à companhia. A forma mais prática é pelo aplicativo Cagece Mobile, onde é possível inserir imagens ao registrar ocorrências.

Prevenção de fraudes

Durante as ações do Plano de Segurança Hídrica, a Cagece vai investir R$ 8 milhões no incremento de 59 equipes de combate às fraudes em Fortaleza e Região Metropolitana. Essas equipes são responsáveis por fiscalizar os imóveis a fim de identificar a fonte de abastecimento ou fraudes em ligações cortadas ou suprimidas, violação de hidrômetros e outras formas de fraudes nas ligações ativas.

O combate às fraudes é um trabalho extremamente minucioso, onde as diferentes formas de fraude são analisadas caso a caso.

TODOS PELA ÁGUA

É hora de revermos nossos conceitos, cuidar dos recursos que temos  e garantir o futuro da nossa gente.

UA - 85908856-1