Página Inicial Institucional Comunicação Notícias Número de óbitos por diarréia cai no Ceará

Número de óbitos por diarréia cai no Ceará

Criado em Terça, 03 Março 2009 12:41
Conforme informações da Sesa, o número de óbitos, por ano, provocados por diarréia em menores de 5 anos caiu de 11 para 4, de 2007 para 2008.

Conforme informações da Secretaria daSaúde do Estado do Ceará (Sesa), o número de óbitos, por ano,provocados por diarréia em menores de 5 anos caiu de 11 para 4, de 2007para 2008, representando hoje apenas 0,19% das 2.110 mortes registradasnessa faixa etária. A quantidade de internações por diarréia tambémreduziu de 5.194 em 2007, para 3.917 em 2008.

           Enquanto isso, a cobertura de rede de distribuição de água tratada noCeará cresceu. Em 2007, a rede atendia 96,91% das 149 cidades atendidaspela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Em 2008, oatendimento cresceu para 97% em todo o Estado. Em rede de esgoto, acobertura iniciou o ano de 2007 em 34,06% e chegou a 35,14% no final de2008.

            Asprincipais doenças de veiculação hídrica têm como sintoma a diarréia.São elas amebíase, giardíase, gastoenterite, febre tifóide eparatifóide, hepatite infecciosa, cólera e verminoses.

 

Ministério daSaúde

            Osnúmeros mais atualizados do Ministério da Saúde também apontam para umadiminuição nos óbitos por diarréia e gastroenterite no Ceará. No mesmoperíodo, houve melhoria na cobertura dos serviços de água e esgoto. Em2004, o número de mortes por diarréia foi de 160, sendo 35 na RegiãoMetropolitana de Fortaleza (RMF). Em 2006, esse número caiu para 118,sendo 34 deles na RMF. Enquanto isso, a cobertura de esgoto no Estadoera de 33,70% em 2004 e passou para 49,19% em 2006. No mesmo período, oíndice de cobertura de água no Estado saiu de 96,33% para 96,45%. Osdados de óbitos são do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM),do Ministério da Saúde.

 

Cobertura

            De2004 a 2008, a Cagece levou água tratada a mais 306.583 famílias noCeará. O número de famílias atendidas cresceu, nesse período, de1.010.654 para 1.317.237. Incremento de 30,33%. Crescimento também noatendimento do serviço de esgoto. Em 2004, havia 305.215 laresatendidos em todo o Estado. Em 2008, esse serviço chegou a 479.120lares. Um aumento de 173.905 famílias (incremento de 56,97%).

 

Fontes deinformação:

Ministério da Saúdewww.saude.gov.br

Coordenador de Promoção e Proteção àSaúde da Secretaria da Saúde: Manoel Fonseca (85 8733-8213 e3101-5189)

 

Ler 1246 vezes