Página Inicial Institucional Comunicação Notícias Obras terão acompanhamento arqueológico em Santana do Cariri

Obras terão acompanhamento arqueológico em Santana do Cariri

Criado em Terça, 23 Fevereiro 2010 11:44
A Cagece vai promover o acompanhamento arqueológico da obra de esgotamento sanitário, a ser realizada em Santana do Cariri.

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará(Cagece) vai promover o acompanhamento arqueológico da obra deesgotamento sanitário, a ser realizada em Santana do Cariri. Nestaquarta-feira (dia 24), às 9 horas, será realizada a apresentação dosprojetos de engenharia e de acompanhamento arqueológico, na CâmaraMunicipal da Cidade.

Santana do Cariri é consideradapotencialmente rica em vestígios arqueológicos e paleontológicos. Otrabalho da consultoria contratada pela Cagece será de participar dasescavações, com o salvamento e resgate de possíveis peças históricas oufósseis.

Segundo a arqueóloga Rosiane Limaverde,que irá participar da equipe presente na área, ?o trabalho solicitadopela Cagece vem contribuir muito porque é uma forma de prospecçãointensiva numa área que foi uma aldeia indígena da tribo CariúCariri?.

Já o paleontólogo Marcelo de OliveiraSoares, outro profissional envolvido, ressalta que Santana do Caririencontra-se dentro do Geopark Araripe, uma área reconhecidainternacionalmente pela Unesco pela sua riqueza paleontológica. Eleexplica que há probabilidade, por exemplo, de serem descobertos fósseisde animais completos.

A obra de esgotamento sanitário daCagece irá investir R$ 3.358.240,91, com recursos do Plano deAceleração do Crescimento (PAC/ OGU/ Funasa). Serão beneficiadas 7.845pessoas, com 1.655 ligações de esgoto e 7.821 metros de rede coletora,além de uma estação de tratamento de esgoto.

O evento desta quarta-feira contará coma presença de representantes da Cagece, da Prefeitura, do Instituto doPatrimônio Artístico Nacional (Iphan) e da Universidade Regional doCariri (Urca).

A Cagece já realizou o acompanhamento arqueológico das obras deesgoto em Aracati e Maranguape. Os objetos resgatados foram objetos deuma exposição itinerante, no ano passado. Foram mostrados ao público,por exemplo, faianças, cerâmicas de fabricação portuguesa, garrafas degrés, recipientes destinados a acondicionar azeites, tintas e bebidasalcoólicas.

Ler 1618 vezes