Página Inicial Institucional Comunicação Notícias Vazamentos ocultos de água podem prejudicar abastecimento

Vazamentos ocultos de água podem prejudicar abastecimento

Criado em Segunda, 04 Outubro 2010 10:51
Somente em um mês, a Cagece identificou 125 vazamentos que não poderiam ser vistos a olho nu.

    

     Muita gente não nota, mas na tubulação deágua que passa em frente à sua casa pode ter um vazamento impossível deser captado a olho nu que acaba prejudicando o abastecimentoresidencial de uma rua inteira. Em muitos casos, ligações clandestinasdanificam a rede e provocam perda de água. Com o objetivo de detectaresses vazamentos, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece)trabalha com equipamentos de alta tecnologia visando diminuir asperdas.

     Só para se ter uma idéia, o ProgramaCaça-Vazamento detectou no último mês de agosto, 347 fugas de água em64.050 metros de rede vistoriados nas cidades de Fortaleza (na capitalforam identificados 117 vazamentos), Juazeiro do Norte, Tabuleiro doNorte, Iracema e Aracati. Em média, foram identificados 5,42 vazamentospara cada quilômetro vistoriado. Do total de vazamentos, 64% eramvisíveis e 36% ocultos. Cinco vazamentos chamaram atenção porque foramprovocados por ligações clandestinas de imóveis na rede da Cagece.

     Para identificar qualquer tipo devazamento, são vistoriados a rede (tubulação coletiva maior que passaem frente às casas), os ferrules (peça que faz a ligação entre a rede euma tubulação menor), os ramais (tubulação que interliga a rede àresidência), os cavaletes (tubulação que dá suporte ao hidrômetro) eaté os hidrantes utilizados para combate a incêndios.

     Como funciona - Os aparelhos utilizadospara monitoramento da rede e identificação dos pontos com suspeita devazamentos são: permalogs (detectores de ruídos que trabalham durante anoite e indicam se naquela área de cobertura há possíveis vazamentos) egeofone eletrônico (aparelho de escuta utilizado para detecção exata doponto do vazamento).

     A Cagece também tem consolidado programasde desenvolvimento na área. Um deles é o Projeto de monitoramento depressões à distância utilizando tecnologia de celulares (GPRS) quevaleu o Prêmio Nacional de Conservação e Uso Racional de Energia 2009,do Ministério das Minas e Energia, por meio da Eletrobrás.

     O projeto foi colocado em prática, em caráterexperimental, na região leste de Fortaleza para gerenciar as pressõesnas redes de distribuição de água. Como resultado diminuíram-sevazamentos, reduziram-se as perdas e evitou-se a produção de mais água
Ler 4065 vezes