Página Inicial Institucional Comunicação Notícias Valor cobrado pelo esgoto corresponderá a 80% do consumo de água

Valor cobrado pelo esgoto corresponderá a 80% do consumo de água

Criado em Segunda, 06 Dezembro 2010 14:07
A Cagece recebeu, dia 06 de dezembro, autorização da ACFOR para reajustar a tarifa dos serviços de água e esgoto em Fortaleza.

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará(Cagece) recebeu nesta segunda-feira, 06 de dezembro, autorização daAutarquia de Regulação, Fiscalização e Controle dos Serviços Públicosde Saneamento Ambiental (ACFOR) para reajustar a tarifa dos serviços deágua e esgoto em Fortaleza.

Pelo projeto aprovado pela ACFOR,aproximadamente 345 mil clientes da Companhia em Fortaleza terãoredução na conta mensal, passando a pagar pelo serviço de esgotamentosanitário equivalente a 80% do volume faturado de água. Esse númerocorresponde a cerca de 40% dos clientes da Capital.

O reajuste entrará em vigor em 30 diasa contar da data da publicação. Só em fevereiro, a tarifa será cobradaplenamente. Até lá, o repasse será proporcional ao volume consumido atéo dia do reajuste de dezembro.

A Companhia está pleiteando uma revisãomédia de 9,99%. O percentual solicitado às agências pela Cagece foicalculado de forma a repor as perdas com o aumento no preço dos insumosno período de 12 meses (jan a dez 2009). Na comparação com 2008, oscustos para os serviços apresentaram aumento de 12,83% em 2009.

Apesar do reajuste, o Ceará ainda é oEstado com a quarta menor tarifa de serviços de água e esgoto do país,segundo o último levantamento do Ministério das Cidades por meio doSistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Snis ? 2008).

 

Os reajustes autorizados foram, emmédia, de:

 

Categoria                                                           Reajuste autorizado

Residencial social (demanda máxima de10m³):                           4,84%

Residencial c/ subsídios (demandamínima de10m³):             7,09%

Residencial s/ subsídios (demandamínima de 10m³):                  8,28%

Comercial (demanda mínima de10m³):                                    7,69%

Industrial (demanda mínima de15m³):                                    8,17%

Pública (demanda mínima de15m³):                                    11,60%

 

 

         Apesar do reajustemédio ser de 9,99%, as mudanças na forma de calcular o consumo devemdiminuir o valor da fatura para alguns clientes em até 91%, dependendodo volume consumido e da categoria em que ele se enquadre.

 

Fim da paridade

A principal mudança na estruturatarifária é a proposta de acabar com a paridade na cobrança dosserviços de água e esgoto. Hoje, o cliente paga pelo serviço de esgotoo mesmo valor que paga pelo volume faturado de água. Pela proposta, oconsumidor passará a pagar 80% deste volume. Esta era uma reivindicaçãoantiga da sociedade e já estava sendo utilizada em outros locais dopaís.

Na prática, o valor cobrado pelo metrocúbico tratado de esgoto continuaria igual ao valor do metro cúbico deágua tratada, mas no momento de emitir a fatura aos clientes, a Cagececobraria 20% a menos do volume faturado de água.

Com a proposta, a Cagece esperaestimular o uso do serviço de esgotamento sanitário. Isso porque ovalor das contas deve diminuir. Os clientes residenciais normais terãouma redução na conta de 12,83% a 13,22% pelo serviço de esgoto.

Os maiores beneficiados são os clientesque recebem subsídio. Os clientes da categoria residencial social quehoje pagam R$ 12,40 por qualquer consumo no serviço de esgoto podem,com as mudanças, pagar de R$ 0,52 a R$ 5,20, variando de acordo com osmetros cúbicos (m³) consumidos.

 

OUTRAS MUDANÇAS

 

Residencial social

A Cagece está propondo outras mudançasque irão beneficiar os consumidores em todo o Ceará. Para clientesconsiderados ?residencial social?, a Cagece passará a fazer a cobrançaatravés do consumo real com distribuição uniforme do subsídio paraconsumo até 10m3. Hoje, a cobrança é feita sobre um volume fixo de10m³.

Com isso, a conta pelo consumo dosserviços de água e esgoto no mês cai dos atuais R$ 12,40 para até R$1,17 se o volume consumido for de 1m³.

 

Instituições filantrópicas

A Cagece decidiu criar a categoria?instituição filantrópica?, que engloba instituições de caráter social,beneficente ou filantrópico mantidas por doações, sem fonte de rendaprópria. Com isso, a Companhia poderá oferecer uma tarifa diferenciadacomo forma de apoiar essas instituições.

Para fazer parte dessa categoria, asinstituições interessadas deverão entrar em contato com a cagece, queanalisará as propostas.

 

Comercial popular

A antiga categoria ?comercial I?,composta por pequenos comércios passará agora a se chamar ?comercialpopular?. Para eles, haverá a redução do consumo mínimo de 10m3 para7m3, significando a possibilidade de redução na conta dos serviços eestimulando o comércio de bairros.

 

Ler 4742 vezes