Página Inicial Institucional Comunicação Notícias Cagece sedia evento do Ministério da Integração Nacional

Cagece sedia evento do Ministério da Integração Nacional

Criado em Terça, 03 Setembro 2013 12:08

Estão sendo discutidas ações inerentes às técnicas de redução de perdas nos sistemas de abastecimento de água

 

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará - Cagece, sedia nesta terça-feira (3), a Reunião Técnica com as Companhias Estaduais de Saneamento das bacias receptoras do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF).

O evento faz parte do Programa de Apoio à Redução de Perdas no Sistema de Abastecimento Público e Combate ao Desperdício de Água nas Bacias Receptoras, de responsabilidade do Ministério da Integração e é uma das 38 ações estratégicas para a redução dos impactos ambientais nas áreas do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

Durante o encontro, estão sendo discutidas técnicas de redução de perdas nos sistemas de abastecimento de água da Companhias do Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

A Cagece foi escolhida para sediar o evento, por apresentar o melhor índice do Nordeste quando o assunto é o controle de perdas de água e o terceiro melhor índice do país.

 

Controle de perdas Cagece

A Cagece está entre as três melhores companhias de saneamento do Brasil, quando o assunto é o controle de perdas de água, divulgou o Instituto Trata Brasil. Segundo o estudo, com um índice de perdas de somente 21,76%, a Cagece ficou atrás, em nível nacional, apenas do Mato Grosso do Sul, com 19,65% e do Paraná, com 21,09%. Os dados são do Instituto Trata Brasil, em recente pesquisa publicada e intitulada “Perdas de água: entraves ao avanço do saneamento básico e riscos de agravamento à escassez hídrica no Brasil”.

Ainda segundo a pesquisa, o Ceará se destaca ainda em nível regional, apresentando o melhor índice do Nordeste, cuja média de perdas é 44,93%. O índice de perdas da Cagece também é melhor que a média nacional que chega a 37,57%. A pesquisa relaciona o combate a perdas com a prevenção da escassez hídrica.

O bom índice alcançado pela Cagece vem como resultado de ações conjuntas com a finalidade de reduzir as perdas. Entre as iniciativas estão a criação de equipes de combate a vazamentos visíveis e ocultos, a atuação de equipes de combate a fraudes, a revisão de toda a macromedição do Estado e a redução da idade média do parque de hidrômetros para 3,5 anos.

 

 

Ler 1355 vezes Última modificação em Terça, 03 Setembro 2013 12:42